---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Atividades são oferecidas pela Unidade Básica de Saúde

Publicado em 07/02/2020 às 08:15 - Atualizado em 07/02/2020 às 08:15

Prevenir doenças, reforçar o tratamento de problemas crônicos e melhorar a qualidade de vida são algumas das vantagens das Práticas Integrativas e Complementares, as PICs, que passam a ser oferecidas na Unidade Básica de Saúde este ano.

Os atendimentos são feitos em grupo. Uma equipe, composta por fisioterapeuta e outros profissionais da saúde, desenvolve atividades físicas e terapias alternativas ou complementares, como acupuntura e reiki. “Essas práticas são ideais pra quem tem algum problema de mobilidade ou sofreu alguma fratura em acidente e precisa de movimentação para evitar a atrofia”, destaca o Secretário de Saúde, Evair Sieves.

As pessoas que tem interesse em participar das PICs podem se inscrever junto à unidade de saúde do Centro ou através das agentes comunitárias de saúde. O cronograma de atividades será organizado por um fisioterapeuta.

As Pics

Segundo o Ministério da Saúde, as Práticas Integrativas e Complementares (PICS) são tratamentos que utilizam recursos terapêuticos baseados em conhecimentos tradicionais, voltados para prevenir diversas doenças como depressão e hipertensão. Em alguns casos, também podem ser usadas como tratamentos paliativos em algumas doenças crônicas.

As Práticas Integrativas e Complementares estão presentes em quase 54% dos municípios brasileiros.